Campanha “Hemoji”, lançada pela Santa Casa de São Paulo, cadastra doadores de sangue através de seus perfis nas redes sociais

More
santa_casa_1920

Em ação inédita criada pela Y&R, o Hemocentro do hospital poderá localizar doares com o tipo sanguíneo que estiver baixo no estoque usando apenas os famosos emojis, através do Instagram e do Twitter

Não é novidade: poucos brasileiros doam sangue regularmente. Por isso, em muitos momentos do ano, a Santa Casa de Misericórdia de São Paulo sofre com o nível crítico de seus estoques. Campanhas de massa em mídias tradicionais atraem doadores. Mas muitos dos que chegam possuem tipos sanguíneos que não precisam de doação no momento. Essas iniciativas também costumam ser pontuais, e o sangue, infelizmente, tem prazo de validade curto.

Pensando nisso, o maior hospital filantrópico da América Latina está lançando a ação “Hemoji”, em parceria com a agência Y&R. O objetivo é que o maior número possível de pessoas coloque emojis que representam seu tipo sanguíneo ao lado do próprio nome no Twitter e Instagram. São emojis que já existem e podem ser encontrados em qualquer smartphone.

A partir disso, é possível criar um sistema inédito para localizar doadores, usando os dados das buscas das próprias plataformas. Pela primeira vez, será possível acionar apenas quem tem o tipo sanguíneo necessário, individualmente, sempre que estoques específicos estiverem baixos.

A ação, que já está acontecendo nas redes sociais, gera visibilidade à causa pois possibilita o envolvimento constante da comunidade. Inclusive, logo no primeiro dia da campanha, diversos influenciadores digitais já alteraram seus perfis, como a atriz Carolina Dieckmann, o ídolo teen João Guilherme, a cantora Luiza Possi e a blogueira Nah Cardoso.

Back to top